Tratamentos oferecidos

Fisioterapia

Ao longo da evolução da doença, pessoas com DP, experimentam deterioração das funções corporais e da mobilidade, limitação para as atividades da vida diária e restrição quanto a participação comunitária. Tais alterações podem contribuir para o aumento da dependência, inatividade e isolamento social favorecendo a baixa qualidade de vida.

A Fisioterapia objetiva manter o nível máximo possível de mobilidade e independência, além de evitar complicações decorrentes da DP.

As técnicas utilizadas são voltadas para melhora da capacidade de realizar transferências, melhora da postura, do equilíbrio e da marcha favorecendo a redução de quedas. São também prioritários o treinamento para o uso funcional dos membros superiores nas atividades do dia-a-dia e a manutenção da função cardiorrespiratória.



Reiki

É uma técnica japonesa que utiliza a troca de energia para revitalizar e harmonizar o corpo, usando as mãos como fonte dessa energia para promover bem-estar, equilíbrio e serenidade.

Segundo o Ministério da Saúde, o Reiki integra “ação de promoção e prevenção em Saúde” definida pela Política nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) em 2006. É prática reconhecida pela Organização Mundial de Saúde desde 2007.



Dança

A dança vem sendo utilizada como coadjuvante no tratamento de pessoas com doença de Parkinson já que as principais manifestações clínicas dessa doença envolvem o sistema motor.

Já existem trabalhos científicos que comprovam a eficácia da dança no equilíbrio postural o que contribui para melhorar os movimentos nas atividades de vida diárias. O foco do trabalho da dança para as pessoas com Doença de Parkinson está para além da busca pelo gesto perfeito, da dança profissional. Nosso principal objetivo é trabalhar a consciência corporal, o alongamento, o equilíbrio, a coordenação e o ritmo, tudo isso de forma consciente e utilizando a expressão corporal individual, que vai dar sentido ao movimento.



Massagem de Som Peter Hess®

É um método holístico que utiliza o som e a vibração de taças terapêuticas posicionadas em cima ou próximas do corpo vestido da pessoa. As taças, ao serem percutidas suavemente por uma baqueta, emitem estímulos vibro-acústicos que propiciam um relaxamento profundo. A harmonia dos sons acalma a mente e o ritmo das vibrações relaxa o corpo. A Massagem de Som traz alívio para situações de stress, melhora a autopercepção de corpo e mente e atua na promoção da saúde. Propicia paz interior, leveza e bem estar geral especialmente para pessoas com Parkinson, conforme podemos observar em nossa prática desde 2017 na APC.



Tênis de Mesa ou Ping Pong

O Tenis de Mesa é um esporte popular com mais de 300 milhões de praticantes registrados mundo afora. É oferecido por diversas Associações de pessoas com Doença de Parkinson na Europa e Estados Unidos. Ele exige percepção viso espacial e movimentos complexos.

Os jogadores de tênis de mesa demonstram melhor tempo de reação visual e memória de trabalho viso espacial.

Jogar tênis de mesa de forma recreacional favorece o equilíbrio, a função motora, a força muscular e a capacidade cardiovascular. Há também efeito positivo na cognição.

Trata-se de exercícios agradáveis, motivadores que tem o potencial de manter maior aderência. O treinamento em grupos tem sido apontado como efetivo na melhora da qualidade de vida.



Parkinson na Ginga

O Projeto Parkinson na Ginga tem como vertente unir os movimentos da Capoeira como tratamento coadjuvante na doença de Parkinson.



Atendimento médico

O atendimento oferecido compreende acolhida, aconselhamento e tratamento clínico. O objetivo é esclarecer dúvidas sobre a Doença de Parkinson e seus tratamentos. Além disso o médico pode orientar sobre os procedimentos do SUS, como por exemplo, regulação e acesso a medicamentos gratuitos. Ele também é responsável pelo Banco de Medicamentos da APC.