Author Archives: Daniel

  • 0

Projeto Educação e Saúde na DP com vagas abertas.

Em muitas instituições de saúde, grupos de profissionais têm buscado enfrentar o desafio de incorporar no serviço público a metodologia da educação popular, ou seja a estruturação de instrumentos de ampliação dos canais de interação cultural e de negociação (cartilhas, jornais, reuniões, cursos etc…). Nesse sentido a educação em saúde passa a ser um instrumento de construção da participação popular nos serviços de saúde e, ao mesmo tempo, de aprofundamento da intervenção da ciência na vida cotidiana das famílias e da sociedade (Vasconcelos EM, 1998).

Com base no que foi escrito fica mais fácil compreender o objetivo do projeto de extensão: Educação e Saúde na doença de Parkinson: Cuidando dos pacientes, familiares e cuidadores, ou seja oferecer informações, quanto aos cuidados multiprofissionais na DP através de uma cartilha. Dessa forma, o grupo de profissionais especializados, residentes e alunos contribuirão, através do treinamento com os pacientes, seus familiares e cuidadores para o processo educativo.

A partir dos relatos dos pacientes e seus cuidadores, da observação e registro dos profissionais envolvidos com o Projeto será possível haver uma troca e produção de conhecimento entre professores, profissionais especializados, residentes e estudantes das diversas áreas de saúde e a sociedade.


  • 18

APC trará para o Brasil o grupo Dance For Parkinson em 2018

A Associação Parkinson Carioca vai trazer o curso para professores de dança “Dance for Parkinson”, direto do Brooklyn, Nova Iorque. O curso, fundado e dirigido por David Leventhal, do Mark Morris Dance Group, é o mais conceituado dentre os voltados para o público com a doença de Parkinson, e uma terapia que vem obtendo resultados incríveis em todo o mundo.

O próprio diretor do programa deve vir ao Brasil ministrar as aulas e orientar os terapeutas interessados. O curso, apesar de voltado ao público com a doença de Parkinson, é recomendado para todos os idosos. Ele oferece ao aluno grandes resultados na capacidade motora e de memória.

O evento acontecerá, a princípio, em meados de fevereiro de 2018, no Rio de Janeiro. A APC, que está trazendo pela primeira vez o curso para professores de dança, já oferece terapias baseadas nos conceitos da Dance For PD® através de Annette Fernandes. A voluntária fez aulas em dezembro com eles, e passou a pôr em prática os métodos desde o ano passado com os pacientes da APC.

Os interessados devem fazer 8 aulas online para participar da aula presencial em fevereiro ou março de 2018, que será dada em um final de semana, para facilitar que pessoas de outros estados/cidades possam participar.

Assista ao vídeo abaixo para conhecer mais sobre os diretores do projeto, e ver depoimentos dos alunos. O vídeo está em Inglês mas clicando nos ícones do lado direito inferior dele é possível configurar legendas traduzidas para o Português:

Inscrições

Para inscrever-se envie um email para anne@dastek.com.br com seu nome completo, CPF, email preferencial e telefone de contato com DDD. Sua mensagem será respondida com as informações para finalização da inscrição, pagamento e recebimento da senha para o portal online do curso.

 


  • 2

Semana de Divulgação e Conscientização da Doença de Parkinson em Niterói

Nos dias 10 e 11 de Abril o Grupo de Ajuda Parkinson Niterói (GAP) promoverá a Semana de Divulgação e Conscientização da Doença de Parkinson em Niterói. Com o tema “Um Encontro com a Informação”, o evento, que será na Associação Médica Fluminense, contará com programação diversificada e muito interessante para amigos e portadores da Doença de Parkinson.

Semana de Divulgação e Conscientização da Doença de Parkinson em Niterói

Semana de Divulgação e Conscientização da Doença de Parkinson em Niterói

Confira abaixo e programação do evento. A imagem não está em boa qualidade mas está legível, você pode clicar nela para ampliá-la. Para mais informações sobre o evento procure o GAP em seu http://grupodeajudaparkinsonniteroi.blogspot.com.br/ ou em https://www.facebook.com/grupodeajudaparkinsonniteroi/.


  • 0

Depoimento do Presidente da ACP

Vejam o depoimento do Márcio Araújo, presidente da Associação Capixaba de Parkinson neste vídeo de abertura do 1º Congresso Sobre a Doença de Parkinson do Estado do Espírito Santo.


  • 0

Participe da Campanha United For Parkinson!

No Dia Mundial do Parkinson participe online:

  • Use as hashtag #UniteForParkinsons, #apc e #associaçãoparkinsoncarioca no Facebook, Twitter, Instagram ou qualquer outra mídia social.
  • Use em seus perfis e divulgue as imagens #UniteForParkinsons (que podem baixadas abaixo com e sem o símbolo da APC) em suas redes sociais.
  • Estimule seus amigos e seguidores a se envolverem também explicando a eles porque você está nessa campanha.

Imagens para divulgar nas redes sociais

Para baixar é só clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção “Salvar imagem como…”

#apc #associaçãoparkinsoncarioca #uniteforparkinsons

Unite for Parkinson’s!

#apc #associaçãoparkinsoncarioca #uniteforparkinsons


  • 0

APC Presente no 1º Congresso de DP no Espírito Santo

1º Congresso Sobre a Doença de Parkinson do Estado do Espírito Santo

1º Congresso Sobre a Doença de Parkinson do Estado do Espírito Santo

Nos dias 10 a 12 de Fevereiro de 2017, a equipe da APC esteve presente na EMESCAM, em Vitória/ES, participando do 1º Congresso sobre a Doença de Parkinson do estado do Espírito Santo. O Evento foi muito proveitoso e interessante para avançarmos na defesa dos direitos e na melhoria da qualidade de vida dos portadores da DP!

Equipe APC no 1º Congresso Sobre a Doença de Parkinson do Estado do Espírito Santo.

Equipe APC no Evento.


  • 0

Deolindo Couto (UFRJ) promove educação e saúde para pacientes, cuidadores

Projeto de Extensão: Educação e Saúde na Doença de Parkinson: Cuidando dos pacientes, familiares e cuidadores.

Um projeto de extensão do Grupo de Estudos na Doença de Parkinson do Deolindo Couto (UFRJ) voltado à promoção de saúde e educação para pacientes com Doença de Parkinson, familiares e cuidadores está com inscrições abertas. Veja mais detalhes e orientações na imagem abaixo. Clique na imagem para ampliar.

Educação e Saúde na Doença de Parkinson

Educação e Saúde na Doença de Parkinson.


  • 0

1º Congresso Sobre a Doença de Parkinson do Estado do Espírito Santo

O Primeiro Congresso Sobre a Doença de Parkinson do Estado do Espírito Santo reunirá pacientes, representantes das Associações de Parkinson do Brasil, Delegações Estrangeiras e Profissionais da Saúde com o objetivo de discutir os temas atuais no tratamento multidisciplinar do paciente visando sua melhor qualidade de vida.

Clique no link abaixo para mais detalhes:
http://www.parkinsonespiritosanto.com.br


  • 1

Documentário Sobre a Doença de Parkinson

Documentário sobre a doença de Parkinson desenvolvido no Grupo de Estudos da doença de Parkinson (GEDOPA), coordenado pelos professores Clynton Correa, MSc, PhD e Vera Lucia S. Britto, MSc, Universidade Federal do Rio de Janeiro. As atividades multiprofissionais ocorrem no Instituto de Neurologia Deolindo Couto, Rio de Janeiro. Ano: 2016.
Dirigido por: Carlos Nogueira


  • 0

A Fonoaudiologia na Doença de Parkinson

Conheça a importância desta especialidade no tratamento da Doença de Parkinson através da entrevista que fizemos com o Dr. Charles Henrique Dias Marques.

Nosso entrevistado é professor do Curso de Graduação em Fonoaudiologia e participa do projeto de extensão Fonoaudiologia Parkinson da UFRJ e Fonoaudiólogo do Centro Municipal de Reabilitação do Engenho de Dentro, onde atende pacientes com Doença de Parkinson em parceria com a APC. Para entrar em contato: www.facebook.com/fonoparkinson/ e fonoparkinson@gmail.com

Quais as alterações de voz que podem ocorrer na doença de Parkinson?
De maneira geral, problemas na voz são comuns em pessoas com doença de Parkinson. A maior dos estudiosos no assunto, têm descrito alterações ligadas ao fechamento glótico, ou seja, na união das cordas vocais. Durante o processo de produção da voz, as cordas vocais precisam estar unidas de forma que o “som” seja produzido em altura e volume adequados. Pacientes com doença de Parkinson, podem apresentar esse dito fechamento incompleto. Além disso, outros problemas podem estar associados como arqueamento das cordas vocais, diminuição da força, cansaço e tensão, pois as manifestações tão relatadas pelos pacientes como tremor e rigidez, interferem também nos órgãos que produzem a voz. Assim como caminhar é movimento, a produção da voz também é um movimento.

Quais medidas podem ser adotadas para prevenir problemas na voz?
Cabe salientar, que embora a doença de Parkinson não seja uma condição especifica da população idosa, nossa realidade no Projeto de Extensão Fonoaudiologia Parkinson UFRJ, indica que a maior dos pacientes atendidos possui média de idade acima de 65 anos. Esse aspecto precisa ser levado em consideração pois a voz, assim como outras funções, passa por processo natural de envelhecimento.

As medidas partem sempre do processo de auxilio ou avaliação por parte de profissional capacitado. Quem trabalha com essa população percebe que, geralmente, a queixa inicial do paciente está ligada a voz. Atualmente, a área de fonoaudiologia, conta com vários recursos que permitem tratamento eficazes, reabilitação, conservação da função vocal e melhora na qualidade de vida do indivíduo.
Independente dos primeiros sinais de problemas na voz, procurar avaliação ou simples orientação de um fonoaudiólogo é o primeiro passo.

Como o fonoaudiólogo pode ajudar quando o paciente engasga com frequência?
Tal como a voz, a deglutição ou processo de engolir depende de músculos e estruturas especificas. Para a população geral engolir um alimento ou beber água trata-se processo simples que aprendemos desde cedo. Porém, trata-se de evento complexo e que precisa de relação com a respiração – assim como a voz.

Parte dos órgãos localizados no pescoço, como a laringe, as cordas vocais, a faringe tem participação tanto na voz quanto na deglutição. Embora essas duas funções (voz e engolir) se relacionem, os impactos são bem distintos. Pensando no dia a dia da pessoa com doença de Parkinson, percebe-se que dificuldades na voz impactam sua socialização e qualidade de vida, enquanto que problemas na deglutição podem interferir na saúde clínica do indivíduo. Não devemos esquecer que saúde é bem-estar físico, mental e social, portanto o cuidado e tratamento deve ser dirigido tanto a voz quanto a deglutição.

Cabe a mesma orientação, procurar ajuda de profissional capacitado. O tratamento e reabilitação dos problemas de engolir começa sempre pelo acolhimento do portador da doença, passando por avaliação que una atenção aos problemas relatados pelo paciente e experiência clínica do profissional. Muitos problemas são minimizados com simples orientação na forma como o paciente bebe água, por exemplo. Entretanto, alguns casos precisam de cuidado diário e tratamento mais específico.

Nossa experiência no Projeto de Extensão tem percebido que ao tratar da voz, muitos pacientes percebem algumas mudanças positivas no processo de engolir. Isso justamente é explicado, pelo que foi dito anteriormente – as duas funções (voz e deglutição) usam órgãos em comum. Procurar um fonoaudiólogo é sempre o primeiro passo, independente do problema já estar acontecendo.